Aveia na rotina alimentar

Esse é um alimento que não falta aqui em casa! Amo consumir aveia de diversas formas! No inverno, abuso dos mingaus quentinhos e úmidos, que ajudam a pacificar meu Vata!


Recebo muitas perguntas sobre esse grão e resolvi trazer algumas informações aqui para vocês!


A aveia é uma ótima fonte nutritiva! Para a ciência moderna é rica em proteínas, ácidos graxos e vitaminas, o que lhe confere propriedades antioxidantes. Ainda possui cálcio, ferro, carboidratos e fibras. Para Ayurveda a aveia tende a equilibrar Vata e Pitta e agravar Kapha, e se fizer um mingau com leite de castanhas, banana e açucar agrava ainda mais.  Nesse caso, pode substituir por Cevadinha . 

  
 A aveia está relacionada ao bom funcionamento intestinal e por se tratar de uma fibra solúvel, tem relação com a diminuição da absorção do colesterol total e LDL, mantendo-os em níveis adequados, além de ajudar no controle glicêmico e no controle da pressão arterial.


Possui alto teor de amido resistente (alimentando as bactérias intestinais boas), e todos esses benefícios, consequentemente, acabam contribuindo para a
saúde do nosso cérebro.

 

 


A diferença das apresentações da aveia está em seu método de processamento, como conferimos nessa imagem acima:


Aveia em grãos: os grãos são submetidos a um processamento mínimo, o que torna sua preparação mais demorada. Sugiro deixar o grão de molho por
12h, mais ou menos, e depois cozinhar.  Essa forma é mais dificil de encontrar, mas gera bastante saciedade, e é um pouco mais dificil de digerir.  Então prefira quando seu Agni estiver muito bom, e use as especiarias para temperar.


Aveia em flocos: são feitos por meio dos grãos de aveia inteiros, que são prensados até adquirirem um formato achatado. Os flocos de aveia podem ser encontrados nas versões fina e grossa. Podem ser consumidos in natura (adicionados a iogurtes, frutas, vitaminas), assim como cozidos (mingaus).   Para a minha clássica panqueca de aveia, que tem receita nos meus livros e nos destaques do Instagram, eu prefiro usar em flocos finos, pois dá mais liga.  O grão maior fica ótimo na minha super granola de frigideira (que tem receita no livro Nutrindo seus sentidos) 


Farelo de aveia: devido ao seu método de processamento, possui vantagens nutricionais, que acaba conservando mais fibras.  O farelo de aveia é obtido da casca dos grãos de aveia, exatamente onde é encontrada a fibra beta-glucana. . As fibras beta-glucanas conferem sensação de saciedade prolongada, otimo em dietas de controle glicemico. 


Farinha de aveia: é produzida a partir da moagem do grão. Ideal para substituir a farinha de trigo na preparação de bolos, pães e tortas, e fica bom também no minagu, sendo digerida mais rapidamente.

 

Para os dias mais frios de Inverno um mingau bem cremoso e quentinho é delicioso.  Segue a receita de um mingau que amo muito. e pacifica meu Vata, e ainda ajuda no funcionamento adequado do intestino, principalmente nesta época que além de fria está bem seca. .

1 banana dágua

1 ameixa seca

3 colheres de sopa de aveia em flocos finos

1 pitada de curcuma em pó

sementes de uma baga de cardamomo

1 pitada de gengibre em pó

1 cravo da Índia

canela em pó à gosto

sementes de abobora e girassol levemente tostadas

Bater no liquidificador a banana e ameixa com 300ml de água até desmanchar bem a banana e a ameixa.

Levar ao fogo a aveia e as especiarias e tostar rapidamente, adicionar o "suco de banana"  e deixar cozinhar até ficar um mingau bem cremoso.  Desligue o fogo, coloque um pouco mais de canela em pó e as sementes tostadas.

 (se voce quiser que dê mais saciedade, misture alguns pedacos de banana partida.

E você? Qual a sua forma preferida de comer aveia?

 

saúde e paz

Laura Pires

Seja o(a) primeiro(a) a comentar!
Eu desejo me inscrever para receber atualizações por e-mail.

Compartilhe isso:

Ops... Preencha corretamente o formulário.
Obrigado! Seu contato foi encaminhada com sucesso.